Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Polegares para baixo, cruzes e “brincadeira”: Danilo, Tiquinho e Zé Luís contra protocolo da DGS

Em causa está a responsabilidade que os futebolistas têm de assumir em caso de infeção

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA

Partilhar

Alguns jogadores do FC Porto manifestaram, nas redes sociais, o seu desacordo para com as normas definidas pela Direção-Geral de Saúde para retomar a Liga NOS.

Foi o próprio capitão de equipa, Danilo Pereira, quem deu início à manifestação de opiniões críticas, utilizando o Instagram para fazê-lo. Danilo partilhou uma fotografia a destacar negativamente o ponto 1 do Código de Conduta conhecido este domingo. Nela, pode ler-se: "a FPF, a Liga Portugal, os clubes participantes na Liga NOS e os atletas assumem, em todas as fases das competições e treinos, o risco existente de infeção por SARS-CoV-2 e de Covid-19, bem como a responsabilidade de todas as eventuais consequências clínicas da doença e do risco para a Saúde Pública".

Seguindo o exemplo do capitão, tanto o brasileiro Soares como o cabo-verdiano Zé Luís fizeram publicações semelhantes acompanhadas de críticas, também no Instagram, sendo Zé Luís escreveu mesmo que a norma referida acima "só pode ser brincadeira".

Colaborador DI 3

Colaborador DI 3