Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Manuel José contra-ataca Pinto da Costa: “Não reconheço ao Costa autoridade, capacidade moral nem estrutura cultural para me criticar”

O treinador e o dirigente continuam a criticar-se mutuamente. Desta vez, Manuel José responde a Pinto da Costa no jornal "A Bola" e usa uma analogia com burros e coices para o retratar

Tribuna Expresso

Amr Dalsh

Partilhar

O bate-boca entre Manuel José e Pinto da Costa (PC), que começou quando o antigo treinador criticou Fernando Gomes, o 'bibota', por integrar as listas da candidatura do presidente portista, continua. Depois PC ter respondido, num comunicado, dizendo que "uma coisa é eu ter pena do Manuel José, outra coisa é andar a sustentá-lo", o ex-técnico de Boavista, Sporting e Benfica falou a "A Bola" a propósito do assunto.

"Não reconheço ao Costa autoridade, capacidade moral nem estrutura cultural para me criticar. O meu passado fala por mim. E, na vida, fiz-me a mim e por mim. Ganhei 22 títulos. Tudo o que tenho é resultado da minha competência, da honestidade e da seriedade", garantiu Manuel José, que jamais se refere a Pinto da Costa como Pinto da Costa, mas como "o Costa".

"O Costa não argumenta, agride. Não retiro uma vírgula ao que disse sobre o Fernando Gomes. A importância do coice é conforme o burro que o dá. E o burro não tem importância alguma".