Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Pinto da Costa reeleito presidente do FC Porto com 68,65% dos votos

Vai cumprir o 15.º mandato à frente da presidência do FC Porto. José Fernando Rio ficou em segundo e Nuno Lobo em terceiro. Eleição com participação recorde este século

Lídia Paralta Gomes

Mark Leech/Offside

Partilhar

Vitória de Pinto da Costa nas eleições do FC Porto para o quadriénio 2020/2024, com 68,65% dos votos.

José Fernando Rio ficou em segundo lugar (26,44%) e Nuno Lobo (4,90%) em terceiro. Contaram-se ainda 488 votos brancos e 156 votos nulos.

Estas foram as eleições mais concorridas deste século no FC Porto: um total de 8.480 sócios exerceram o seu direito ao voto, mais do triplo do que há quatro anos, quando pouco mais de 2.400 sócios votaram.

Aos 82 anos, Jorge Nuno Pinto da Costa vai cumprir então o 15.º mandato à frente do FC Porto. É presidente desde 1982 e em 2022 irá cumprir 40 anos à frente da presidência do clube.

À entrada do Dragão Arena, Pinto da Costa sublinhou que não se recandidatou "pelo passado, mas para fazer um futuro vitorioso".

"Terça-feira às seis da tarde tomamos posse e iniciamos o trabalho imediatamente", disse ainda o presidente do FC Porto, que aponta como prioridades para os próximos quatro anos "o centro de estágio", "manter a competitividade das equipas" e ainda "fazer crescer a massa associativa e mantê-la unida".

"Renovei a equipa diretiva a pensar no futuro. Nomeei o Fernando Gomes para o futebol de formação já falámos sobre alterações que são necessárias para termos resultados ainda melhores", continuou.

"É muito mais de metade da minha vida dedicada ao FC Porto. Enquanto os sócios quiserem que eu continue, continuarei com o mesmo entusiasmo do primeiro dia", continuou Pinto da Costa, que voltou também a falar das críticas que recebeu por chamar à sua lista várias personalidades da política, nomeadamente Rui Moreira, presidente da CM Porto.

"Eu não tenho nenhuma relutância com os políticos nem com ninguém. Com os políticos que não são isentos e que têm problemas com o FC Porto, desses não gosto. Os sérios e competentes gosto de tê-los comigo no FC Porto. O Rui Moreira não o considero um político: é um cidadão, um grande amante da cidade do Porto e um grande dragão. Até é dragão de ouro", disse.