Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sério Conceição: "Acha que jogar com três defesas e sete jogadores na frente é querer adaptar ao adversário? Não, nós queríamos amassar"

À SportTV, o treinador do FC Porto falou sobre táticas, modelos e um "menino humilde"

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA/Getty

Partilhar

As oportunidades

"Foi difícil mais pela ineficácia ofensiva. Não entrámos bem no jogo. Pensámos dar uma dinâmica à equipa com gente que jogasse por dentro, com o Nakajima e o Fábio Vieira, dando-lhes possibilidade de procurar espaços. Foi arrojado, mas muitas vezes não é com muita gente na frente que se cria perigo. Percebi isso, ajustei algumas coisas ainda na primeira-parte e depois na segunda também. E a seguir tivemos várias oportunidades de golo, que falhámos, até um penálti."

A tática

"Acha que jogar com três defesas e sete jogadores na frente é querer adaptar ao adversário? Não, queríamos amassar. O Gil Vicente foi competente e foi bravo. Estava convicto que iríamos conseguir criar muitas oportunidades com o Gil Vicente; depois, percebi que tinha de mudar, que é para isso que me pagam. Na segunda-parte fizemos a exibição que todos vocês viram, só com a expulsão do Zaidu é que o Gil teve chances com bolas longas".

O miúdo

"Evanilson é um menino que se está a entrosar da melhor forma. Tem uma humildade incrível, na aceitação do trabalho. Mas temos de dar tempo,"