Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: "Tínhamos de ser estrategicamente inteligentes. Os jogadores deram uma resposta fantástica"

O treinador do FC Porto elogiou o trabalho dos jogadores após a vitória (2-0) contra o Olympiacos, na segunda jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões

Tribuna Expresso

Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images

Partilhar

A análise ao jogo

"Trabalhámos para merecer um bom jogo. Foi um jogo complicado, sempre difícil, contra uma equipa que está semanalmente habituada a ganhar. Tem feito boas épocas neste tempo com o Pedro Martins, sabíamos que ia ser complicado.

Entrámos bem, fizemos o golo, podíamos ter definido melhor numa ou noutra situação para chegar ao segundo golo e só me lembro de uma ocasião do Valbuena na primeira parte. Defensivamente estivemos consistentes apensar de, numa ou outra situação, não estarmos tão bem na pressão alta, queria que o Fábio Vieira estivesse muito em jogo, mas ele tem mais dificuldade nesse aspeto do que outros médios.

Na segunda parte, um normal aparecimento do Olympiacos, a querer chegar ao empate e nós a defendermos com muita segurança, depois fomos ajustando para termos mais consistência defensiva e estarmos melhor no ataque, pois estávamo-nos a faltar baliza."

Maior agressividade na segunda parte

"Essa boa agressividade faz parte do jogo. Obviamente que pedi, acho que hoje havia duas características importantes: acelerarmos quando tínhamos bola, e também quando não a tínhamos, onde era necessária essa agressividade. O Olympiacos estava mais fresco do que nós e tínhamos que ser estrategicamente inteligentes, saber o que o jogo estava a pedir. Fomos felizes, os jogadores deram uma resposta fantástica, os jogadores português têm qualidade e parabéns aos meus jogadores, há que realçar a qualidade deles."

A presença de público (havia 3.750 lugares disponíveis)

"Foi muito importante. Mesmo com muito poucos adeptos, os que estiveram aqui deram o calor das 45 mil pessoas que temos quando o estádio está mais composto. O meu agradecimento para eles, que vieram com um clima não muito bom e com a situação que se passa atualmente na sociedade."