Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: “Guardiola disse que o povo português era uma m.... e nós não somos uma m..... Respondi-lhe de uma forma mais azeda”

Em entrevista ao jornal "Record", o treinador portista revela o que se passou com o técnico do Manchester City naquele jogo da Liga dos Campeões

MARTIN RICKETT

Partilhar

O Manchester City - FC Porto, em jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, ficou com uma história por contar que envolvia os treinadores Pep Guardiola e Sérgio Conceição. Durante o jogo - e no final do mesmo - percebeu-se que os líderes de ambas as equipas estavam, digamos, pouco amistosos um com o outro e, na altura, o português afirmou que o catalão não tinha sido simpático para os portugueses no geral.

Em entrevista ao jornal "Record", publicada este sábado, Conceição foi um bocadinho mais longe. "Não sei o que ele pensa, sei que ele foi mal-educado ao falar do povo português, dizendo que o povo português era uma ‘mierda’. E nós não somos uma ‘mierda’, somos um povo cheio de brio, nobre e trabalhador."

O técnico portista assume que, depois, teve uma reação menos contida. "Foi naquele momento que eu lhe respondi de uma forma mais azeda. Tudo o resto foram coisas do futebol, uma ou outra coisa que ele disse na antevisão do jogo, da forma como nós pressionávamos os árbitros e naquele jogo foi ele que os pressionou. Fiquei verdadeiramente azedo quando ele teve essa expressão perante o povo português".

Recorde-se que, mais tarde, o FC Porto seguraria o empate diante do City no Dragão, tendo Guardiola manifestado desagrado perante a postura defensiva do adversário. Os portistas prosseguem na liga milionária e vão enfrentar a Juventus, de Cristiano Ronaldo, nos oitavos de final.