Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Conceição: “A Juventus tem jogadores que custaram quatro vezes mais que todos os atletas do FC Porto. Mas isso não joga: são 11 contra 11”

O treinador do FC Porto, prometeu uma equipa "que vai com tudo" para passar a eliminatória no duelo desta terça-feira com a Juventus, da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol.

Lusa

SOPA Images

Partilhar

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, prometeu uma equipa "que vai com tudo" para passar a eliminatória no duelo desta terça-feira com a Juventus, da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol.

Os ‘dragões' levam para Itália uma vantagem na eliminatória, depois de terem vencido, em casa, por 2-1, a equipa na qual alinha o português Cristiano Ronaldo, com o técnico ‘portista’ a garantir um FC Porto a "demonstrar que é um clube com história e força".

"A história do FC Porto nesta competição é muito rica. Vamos encontrar um adversário que já esteve em finais, que investiu muito para tentar ganhar a Liga dos Campeões, mas nós vamos fazer um jogo à imagem do que somos como equipa. Vamos com tudo para conseguir a qualificação", vincou Sérgio Conceição.

Questionado sobre a pressão da Juventus para vencer, e se tal pode ser um trunfo para a sua equipa, o técnico dos ‘azuis e brancos' lembrou a diversidade de argumentos do adversário no plantel para frisar as dificuldades que o FC Porto irá encontrar neste desafio.

"A Liga italiana é extremamente competitiva e a Juventus tem demonstrado uma força incrível e que estão habituados a essa pressão. Temos de olhar para nós, para a nossa organização, e estamos preparados para uma Juventus na máxima força, com o regresso de alguns jogadores que estarão frescos", analisou.

Sérgio Conceição lembrou que Cristiano Ronaldo foi ‘poupado' no último jogo do conjunto transalpino, no campeonato, e que atletas como Cuadrado, Chiellini, Bonucci, ou Arthur estão recuperados de problemas físicos, mas não se deixou intimidar com o poderio do adversário.

"A Juventus tem jogadores que custaram três ou quatro vezes mais do que todos os nossos atletas. Mas isso não joga, são 11 contra 11 mais cinco que entram. Com certeza que tudo faremos para dignificar o nosso emblema", vincou.

O treinador do FC Porto admitiu, ainda assim, algumas limitações na sua equipa, devido a cansaço pela densidade competitiva, que precipitaram alguns problemas físicos a jogadores como Pepe, Corona ou Grujic, que disse estar em dúvida para este embate com os italianos, embora se tenha mostrado otimista na recuperação de Mbemba.

Nesta antevisão ao jogo, Sérgio Conceição foi questionado, pela imprensa italiana se a equipa se sente melhor a jogar na condição de visitante, tendo sido dado como exemplo os recentes jogos caseiros com Sporting (empate, para o campeonato) e Sporting de Braga (derrota, na Taça de Portugal), algo que o treinador não valorizou.

"Em casa ou fora, preparamos os jogos de forma igual. Os últimos dois jogos em casa não foram de acordo com o que queríamos, e com o nosso público podia ter sido diferente, mas para nós, em termos de preparação de jogo, é exatamente igual", vincou Sérgio Conceição.

Ainda envolvendo a questão do público e dos adeptos, Sérgio Conceição ‘dispensou' particulares manifestações de apoio para este jogo, como a colocação de bandeiras ou cachecóis à janela.

"Conheço os adeptos há dezenas de anos e não precisam dessas manifestações extra para demonstrar a sua paixão nem nós as precisamos para a sentir. O apoio deles está presente em todos os dias na vida do clube", salientou.

A partida desta terça-feira entre FC Porto e Juventus, que se disputa em Turim, está agendada para as 20:00, e terá arbitragem do holandês Björn Kuipers.

No jogo da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, os ‘dragões' venceram, em casa, por 2-1, com os golos da equipa a serem apontados por Taremi e Marega, enquanto que Chiesa fez o tento dos italianos.