Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
FC Porto

Sérgio Conceição: "Eu vejo momentos no jogo que são mais importantes do que a qualidade técnica"

Na entrevista rápida à "Sport TV" após o triunfo (5-0) do FC Porto contra o Sintrense, para a Taça de Portugal, o técnico dos "dragões" frisou a "competência" e "seriedade" da sua equipa, garantindo que, na sua opinião, há aspectos do jogo mais importantes do que o futebol "espectacular"

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Sintrense não chutou à baliza do FC Porto
"Não chutou porque fomos competentes. Hoje em dia não é fácil jogar contra equipas de escalões inferiores, onde já se trabalha bem, com jogadores jovens com muita vontade e ambição e equipas técnicas apetrechadas de vários elementos que conseguem organizar bem os conjuntos. Hoje em dia não há jogos fáceis. Fomos muito competentes no nosso equilíbrio no jogo. Fizemos os golos perante uma equipa que começou por defender bem num bloco baixo, ocupando bem a largura e com um preenchimento de espaços interessantes por dentro. Isso só valoriza a nossa prestação e a nossa vitória. Tínhamos obrigação de o fazer. Parabéns aos jogadores pela seriedade que tiveram no jogo"

Esta exibição cria-lhe mais dores de cabeça?
"Eu não vejo as coisas dessa forma. As respostas que eu quero e as oportunidades que vão aparecendo são de acordo com o trabalho diário que eles fazem. Eu não jogo para ter confiança, eu treino para ter confiança para jogar, o que é diferente. Depois há jogos que correm bem e outros não tão bem. Acho que estivemos bem, procurando ferir o adversário nalgumas fragilidades que este tinha, até porque o estudámos bem. Às vezes não aparece o jogo espectacular, mas eu vejo momentos do jogo que são mais importantes que a qualidade técnica"

Decidiu poupar Sérgio Oliveira quando o substituiu a 30 minutos do fim?
"Não. O Sérgio saiu porque eu tinha de mudar no meio-campo, para dar a mesma qualidade a nível de passe curto e longo, entrando o Vitinha para o lugar dele. Foram opções a pensar neste jogo, e com um resultado mais confortável posso fazer essa gestão do jogo de forma mais fácil"

  • Olá, eu sou o Sérgio Oliveira e quero recuperar o meu protagonismo no FC Porto
    FC Porto

    A viver um começo de temporada no qual tem estado mais tempo no banco do que no campo, Sérgio Oliveira assumiu-se como a grande figura da natural goleada (5-0) do FC Porto frente ao Sintrense, do 4.º escalão do futebol português. O médio marcou dois golos e fez uma assistência num duelo que também foi aproveitado por Evanilson, autor de um bis, para marcar pontos junto de Sérgio Conceição