Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
FC Porto

Sérgio Conceição: “Foi a roçar a perfeição. Um resultado justo pela vitória, pelos números não, porque merecíamos mais”

O treinador do FC Porto elogiou a preparação do jogo pela equipa técnica e a interpretação que os jogadores fizeram no campo, após a vitória (1-0) frente ao AC Milan, no Estádio do Dragão. Sérgio Conceição lamentou apenas a falta de eficácia na finalização

Tribuna Expresso

Quality Sport Images

Partilhar

A análise ao jogo

“Não foi na perfeição porque faltou alguma eficácia na finalização, agora, foi a roçar a perfeição. Fomos uma equipa adulta nos inerentes momentos do jogo, madura a perceber como desmontar a organização defensiva do adversário, também tendo como base, a nível defensivo, permitir muito pouco. Mesmo com uma ou outra ausência, é um adversário com muitas soluções e tem muito peso da história. É a segunda equipa mais titulada do mundo depois do Real Madrid.

A preparação do jogo foi muito boa da parte da equipa técnica e dos jogadores que interpretaram muito bem do que queríamos para o jogo. Quando assim o é e os jogadores jogam no limite, no que é a agressividade no jogo e o rigor tático… os jogadores estão de parabéns, dentro de uma noite europeia em que nós, no FC Porto, estamos habituados”

A eficácia na finalização

“Tivemos situações para finalizar melhor. Infelizmente, era um jogador do Milan que aparecia no último momento, uma bola a rasar o poste, até uma bola a bater no poste, faz parte daquilo que é o jogo. É um resultado justo pela vitória, pelos números não, porque merecíamos mais.

Taremi é um jogador à sua imagem?

“Quero uma equipa à minha imagem, isso é que é importante. O Taremi sabe que o lance que passou já não atrás, o melhor é olhar e focar-se no próximo lance, esse é um espírito da equipa e o Taremi representa bem isso. Fez um trabalho fantástico para a equipa e, quando é assim, fico extremamente satisfeito e não há nada a dizer”.