Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
FC Porto

Sérgio Conceição: “Temos de dar continuidade se queremos ser campeões”

Após a vitória (0-3) contra o Santa Clara, nos Açores, o treinador do FC Porto elogiou "a beleza incrível" do segundo golo marcado pela equipa. Sérgio Conceição garantiu que haverá "uma exigência muito grande" nos treinos durante a paragem de seleções, para que "cada jogador suba o seu nível"

Tribuna Expresso

EDUARDO COSTA/LUSA

Partilhar

A análise ao jogo

“Acho que fizemos um jogo muito competente, depois de uma jornada europeia fantástica da nossa parte, vir aqui aos Açores não era fácil. A equipa do Santa Clara organizou-se bem defensivamente, mas nós sempre percebendo como desmontar essa organização, chegando muitas vezes, com muitos remates, mas, por vezes, com alguma falta de discernimento a definir. O Luis Díaz, o Sérgio, que normalmente remata muito bem, mais o Otávio.

Num ou outro momento tentámos ligar o jogo por dentro e o Santa Clara nunca nos conseguiu perturbar ou criar situações de grande perigo. Na segunda parte entrámos muito bem com um grandíssimo golo, com um grande passe do Otávio e um movimento do Luis muito bonito. Foi de uma beleza incrível. Depois, naturalmente, fomos jogando sempre à procura da baliza do adversário, contra o Santa Clara competente, mas com um FC Porto muito forte”.

O cansaço dos jogos

“Não é só a mente. Hoje era o quarto dia, quando jogamos ao terceiro há mais dificuldade e a gestão tem de ser feita de outra forma, mas temos confiança em toda a gente e os jogadores que entraram, entraram com uma alegria muito grande de jogar, de aproveitar todos os minutos e de acrescentar à equipa. Eu vou mudando e tanto posso mudar logo ao início, ao intervalo ou no decorrer da segunda parte. O que devo reforçar é a atitude de toda a gente e isso é muito bom”.

É a melhor fase do FC Porto na época?

“Vem do que é o trabalho e da evolução da equipa e dos jogadores. Temos muito jovens e uma equipa que nos dá a possibilidade de a potenciar ao máximo, com mescla com gente experiente e estamos a criar aqui um grupo muito forte. Temos de dar continuidade se queremos ser campeões, sendo competentes como fomos hoje na dinâmica de jogo e no nosso estado de espírito”.

As duas semanas que aí vêm

“As paragens são o que são, temos de respeitar e vamos aproveitar para trabalhar com os poucos jogadores que ficam connosco, preparando o próximo jogo, com o Feirense, para a Taça de Portugal. Sempre com uma exigência muito grande diariamente, para que cada jogador suba o seu nível. Naturalmente, a equipa vai beneficiar com isso”.