Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Diego Simeone: “Sem Cristiano Ronaldo, aproximámo-nos do Real Madrid”

Em entrevista à rádio “Cadena Cope”, Diego Simeone foi questionado se a sua equipa continuava esta época um degrau abaixo do eterno rival

Expresso

O fogoso Diego Simeone é treinador do Atlético de Madrid desde 2011/12 Foto Javie Barbancho/Reuters

Foto Javie Barbancho/Reuters

Partilhar

Sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid ficou mais fraco. E isso são boas notícias para o clube rival que habita na mesma cidade: o Atlético de Madrid. Quem o disse foi Diego Simeone, técnico dos colchoneros, equipa que conta com o português Gelson Martins desde agosto.

Em entrevista à rádio “Cadena Cope”, Simeone foi questionado sobre o nível do Atlético, com o jornalista a inquirir se a equipa continuava esta época um degrau abaixo do eterno rival. “Do ponto de vista dos resultados, não. Do ponto de vista das características dos jogadores, sim. Sem o Cristiano, aproximámo-nos”, respondeu Simeone.

Ainda na mesma conversa, o técnico colchonero esclareceu a mensagem áudio que veio a público no verão, na qual dizia que, numa “equipa normal”, Cristiano Ronaldo seria mais útil do que Lionel Messi.

“Disse o que pensava. Se foi mal interpretado, Messi não se pode sentir mal. Numa equipa normal, o Cristiano tem mais ferramentas. Messi é um jogador mais de uma equipa preparada. Não falei com ele. Agora, quando envio um áudio, digo-lhes que metam publicidade”, atirou.