Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Ricciardi: “Torres Pereira é um carreirista e farsante”

Segundo Ricciardi, o valor do défice de tesouraria que consta do Relatório e Contas do Sporting - 97 milhões de euros - não corresponde à realidade

Expresso

DR

Partilhar

José Maria Ricciardi acusa Artur Torres Pereira de ter ocultado a verdadeira realidade das contas do Sporting e de ter mentido numa entrevista concedida ao “Record”.

“É um carreirista e farsante. Fez de propósito para reter o Relatório e Contas até às eleições. E quando saiu, houve várias entidades com independência a dizer que o clube estava em falência técnica. A 30 de junho do ano passado o Grupo Sporting tinha uma dívida de 40 milhões de euros, e esta agora cifra-se nos 54 milhões de euros. Onde é que a situação financeira do melhorou? Diz que encontrou 3 milhões de euros em caixa e que quando saiu tinha 7, mas se calhar esqueceu-se que vendeu William e Piccini, sendo que o William foi transferido por metade do valor real devido às rescisões. Então, não só gastou esse dinheiro como sobraram 4 M€", disse José Maria Ricciardi, em declarações ao “Record” esta quinta-feira.

Segundo Ricciardi, o valor do défice de tesouraria que consta do Relatório e Contas - 97 milhões de euros - não corresponde à realidade.

“A esse montante não soma os 32 milhões de euros que estão ao abrigo da reestruturação, porque dá como garantido que o Sporting vá arranjar alguém para comprar a dívida. Desejo que a nova direção o consiga fazer, mas se não vender os 32 milhões de euros têm de ser acrescentados aos 97 que vêm no Relatório e Contas. Artur Torres Pereira não percebe de finanças, a única coisa que deve ter feito foi um crédito habitação. Não admito que venha com mentiras”, atirou.