Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Real Madrid terá obrigado CR7 a pagar a Kathryn Mayorga

O acordo financeiro com a modelo Kathryn Mayorga terá ocorrido contra a vontade de Cristiano Ronaldo e por pressão do Real Madrid, segundo os advogados de CR7

Expresso

Laurence Griffiths/Getty

Partilhar

O Real Madrid queria Cristiano Ronaldo com uma ficha limpa, sem “pontas soltas” ou possíveis polémicas em carteira, por isso terá pressionado o internacional português a pagar à modelo norte-americana Kathryn Mayorga uma indemnização (de 375 mil euros) e a firmar um acordo de confidencialidade, em 2009, devido à acusação de violação.

Esta narrativa será uma das justificações que os advogados de CR7 vão apresentar na defesa do caso, avança o “Correio da Manhã” esta quarta-feira.

De acordo com o matutino, o futebolista tinha acabado de assinar um contrato milionário com o Real Madrid e o clube temia pela imagem. Nos meses seguintes às férias, os advogados dos merengues e do português reuniram-se várias vezes para delinear a melhor estratégia para responder ao caso.

O acordo financeiro com a modelo ocorreu contra a vontade de Ronaldo, que sempre se recusou a pagar, uma vez que garantia estar inocente; o documento acabou por ser finalizado em janeiro de 2010, meses depois da alegada violação, conta o “CM”.