Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Nani agrediu David Simão? Montero estava em jogo no primeiro golo do Sporting? E o cartão amarelo a Neris? O que dizem os especialistas

Segundo os especialistas em arbitragem do jornal “O Jogo”, Carlos Xistra cometeu erros menores, mas, no geral, esteve bem

Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

Um Sporting acelerado ultrapassou, sem grandes dificuldades, o Boavista, no domingo à noite: no final, ganhou por 3-0, com dois golos de Nani e uma exibição brilhante de Diaby. Carlos Xistra, o juiz da partida, ainda assim, teve algumas decisões espinhosas em mãos. Segundo os especialistas em arbitragem do jornal “O Jogo”, Xistra cometeu erros menores, mas, no geral, esteve bem.

Eis a análise aos principais lances do encontro.

Minuto 15: Faltou mostrar cartão amarelo a Neris por falta sobre Montero?

Segundo Jorge Coroado, a falta de Neris “preconizava a exibição de cartão amarelo”, mas, como foi a primeira situação de “maior acutilância” do encontro, Xistra esteve bem em guardar a cartolina.

José Leirós e Fortunato Azevedo, por sua vez, discordam da decisão de Xistra. “Decisão errada, já que a entrada do central do Boavista é negligente e meredora de cartão amarelo”, escreve Fortunato.

Minuto 24: Nani agrediu David Simão?

“Situação fortuita em que os jogadores entraram em contacto pelo movimento contrário que tinham com Nani a acabar por sacudir o adversário”, aponta Jorge Coroado.

Já José Leirós é menos "crítico" lance. “Nani estava aborrecido mas não agride, apenas empurra com o braço num comportamento incorreto. Devia ter sido punido com amarelo”, escreve.

Minuto 31: Montero estava em jogo no primeiro golo do Sporting?

Que não haja dúvidas. Os três especialistas de arbitragem estão do lado da decisão tomada por Carlos Xistra: não havia fora de jogo, escrevem. “No momento do passe Acunã para Montero este estava em posição legal. Bem analisada a alínea da Lei XI pelo árbitro assistente: o golo foi bem validade numa decisão da equipa de arbitragem”, escreve José Leirós.