Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O golo de Felipe foi válido? Danilo sofreu falta para penálti? O golo de Sturgeon foi bem invalidado?

Rui Oliveira teve uma arbitragem quase perfeita do encontro do FC Porto com o Feirense, apesar de ter havido vários lances difíceis de ajuizar, escrevem os especialistas em arbitragem do jornal “O Jogo” esta segunda-feira

Expresso

NurPhoto / Getty

Partilhar

Rui Oliveira teve uma arbitragem quase perfeita do encontro do FC Porto com o Feirense, apesar de ter havido vários lances difíceis de ajuizar, escrevem os especialistas em arbitragem do jornal “O Jogo” esta segunda-feira. Os dragões ganharam por 2-0, graças à boa exibição da equipa. O juiz da partida esteve mesmo ao mais alto nível: de todas as jogadas potencialmente complicadas, só Jorge Coroado discorda de uma decisão.

Eis a análise aos principais lances do encontro.

Minuto 8: foi bem invalidado o golo de Danilo após recurso ao VAR?

“Danilo demorou a recuperar na subida no terreno, encontrando-se em fora de jogo quando a bola lhe foi passada”, opina Jorge Coroado. José Leirós e Fortunato Azevedo apoiam também a decisão de Rui Oliveira: o jogador do FC Porto estava atrasado, o VAR repôs a verdade da jogada.

Minuto 25: o árbitro fez bem em validar o golo de Felipe após recurso ao VAR?

“Humanamente só havia uma decisão: assinalar fora de jogo. Depois, temos o VAR que analisou, se, no momento do passe, Felipe estava ou não em fora de jogo. O pé esquerdo do jogador do Feirense coloca em jogo o tronco, a cabeça e as pernas do defesa do FC Porto”, escreve José Leirós.

Minuto 45: foi bem assinalada a falta de Vítor Bruno sobre Danilo ou seria penálti?

Se para Fortunato Azevedo, “não parece ter havido infracção por parte de Vítor Bruno sobre Danilo”, Jorge Coroado ficou a discordar da decisão de Rui Oliveira. Para este, o árbitro foi “enganado” pela confusão do lance e devia ter assinalado penálti.

Minuto 60: foi bem invalidado o golo Sturgeon por fora de jogo?

“Neste caso, a tecnologia dá-nos uma ideia esclarecedora. O jogador do Feirense estava ligeiramente à frente do penúltimo defesa do FC Porto”, escreve Fortunato Azevedo.