Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Fernando Pimenta ganhou 12 medalhas em 2018, mas ainda tem de gerir despesas: “Não quero ter de leiloar medalhas no fim da carreira”

Pimenta conta com 82 medalhas no currículo, 12 das quais conquistadas só este ano

Expresso

AFP

Partilhar

O canoísta Fernando Pimenta já compete há alguns anos e é conhecido dos portugueses. No seu currículo, já conta com 82 medalhas, 12 das quais conquistadas só este ano. Porém, foi só depois de ter assinado pelo Benfica, este ano, que começou a viver inteiramente dos rendimentos da canoagem. “Neste momento, já não tenho muitas razões de queixa. Vivo da canoagem, mas posso dizer que foi a partir da ida para o Benfica que tenho outra estabilidade financeira”, conta, em entrevista à “Bola” esta segunda-feira.

Em declarações ao desportivo, que o elegeu como atleta do ano, Fernando Pimenta mostra-se lúcido em questões financeiras. “Tenho de gerir o dinheiro para não ter de leiloar medalhas no fim da carreira”, diz.

Segundo Pimenta, os Jogos Olímpicos abriram-lhe portas. “Abriu outras portas, sem dúvida. Normalmente, quando vamos abordar um patrocinador, perguntam-nos sobre o número de praticantes e federados. Somos poucos e tento dar a volta, mostrando que somos polivalentes. Ainda no outro dia participei numa corrida noturna e aqui as pessoas aderem e gostam de correr ao meu lado”, explicou.

“A minha imagem já vende. Tenho apoio de uma marca de bicicletas e faço o marketing que posso para divulgar as marcas que me apoiam. Há outros atletas com resultados menos expressivos que ganham mais, mas é o que temos”, disse.

No ano dos Jogos Olímpicos, Fernando Pimenta investiu seis mil euros do próprio bolso “em estágios e em material”. “Não estou arrependido, fiz o que era necessário”, garantiu.