Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rodrigo Mora, ex-jogador do Benfica, anuncia saída dos relvados: “O sofrimento e a dor são constantes e já não aguento mais”

Mora representou o Benfica entre 2011 e 2013, mas só fez três jogos pelos encarnados. Em 2012, foi emprestado ao River Plate e acabou por ficar na equipa argentina

Expresso

Marcelo Endelli

Partilhar

Não são poucos os atletas profissionais que veem as suas carreiras serem atropeladas, antecipadamente terminadas, devido a lesões graves. Ainda na semana passado, Jackson Martinéz, ex-jogador do FC Porto e que alinha hoje pelo Portimonense, contou como esse cenário esteve sempre em cima da mesa, após a lesão que o afastou dos relvados por dois anos.

Esta segunda-feira, Rodrigo Mora, ex-jogador do Benfica, anunciou, com muito pesar, que irá abandonar os relvados aos 31 anos. “Toca-me viver um dos dias mais tristes da minha vida. O sofrimento e a dor são constantes e já não aguento mais. Dei até o que não tinha e tenho de enfrentar a realidade. Já não posso jogar mais futebol”, revelou o avançado na sua conta de Instagram.

O uruguaio não conseguiu recuperar totalmente de uma lesão no fémur a que foi operado em 2017 e vai deixar os relvados em definitivo.

Mora representou o Benfica entre 2011 e 2013, mas só fez três jogos pelos encarnados. Em 2012, foi emprestado ao River Plate e acabou por ficar na equipa argentina. Ao serviço do River, venceu uma Taça Sul Americana e duas Taças Libertadores.