Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Nakajima, o extremo-samurai do Portimonense vai render 35 milhões... e pode ir parar ao PSG

Nakajima irá receber um salário de 3,5 milhões de euros por ano

Expresso

É um dos grandes mistérios do futebol português: como é que Shoya Nakajima ainda está no Portimonense?

LUIS FORRA/LUSA

Partilhar

O extremo japonês Shoya Nakajima, jogador estrela do Portimonense que chegou a ser cobiçado pelos grandes nacionais, deverá mudar-se para o Al-Duhail, do Qatar, a troco de 35 milhões de euros. Esta transferência é avançada por todos os desportivos nacionais.

Segundo os jornais, Nakajima irá receber um salário de 3,5 milhões de euros por ano. Mas, mais importante que o valor que vai auferir, será a plataforma que vai pisar: o jogador nipónico pode vir a saltar ainda no final desta época para o Paris Saint-Germain.

Essa possibilidade estará contemplada no acordo de saída do Portimonense, pois o Al-Duhail pertence aos mesmos donos que o clube parisiense. No Qatar, Nakajima será orientado por Rui Faria, ex-treinador assistente de José Mourinho.

Na sua página no Instagram, conta o “Record”, Nakajima colocou uma das notícias publicadas no Japão que dá como certa a sua saída de Portugal, acrescentando várias interrogações: “Irei fazer o meu último jogo pelo Portimonense? Irei jogar ao lado de Neymar e Cavani?” É muito provável que o encontro com o Chaves de hoje o seu último jogo pelo Portimonense.