Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Dost faz falta sobre André Moreira? Bem anulado o golo ao Feirense? Vítor merecia o segundo amarelo? O que dizem os especialistas

Manuel Mota, o juiz da partida, tomou algumas decisões questionáveis

Expresso

NurPhoto

Partilhar

O Sporting ganhou ao Feirense, no domingo à noite, por 3-1. Manuel Mota, o juiz da partida, tomou algumas decisões questionáveis. “Mota não esteve igual às suas últimas atuações. Dir-se-ia mesmo ontem à tarde não deveria sair à noite de casa”, escreve Jorge Coroado, um dos três especialistas em arbitragem do “Jogo”, esta segunda-feira.

Minuto 11. Bem assinalada falta de Bas Dost sobre André Moreira?

“Erro grave, na medida em que, desde o início da jogada, Bas Dost vem sendo agarrado e é projetado contra o guarda-redes. Fica penálti por assinalar”, defende Fortunato Azevedo, no “Jogo”.

“Vítor Bruno colocou o braço esquerdo sobre Bas Dost, parecendo impedir, de forma persistente, a sua movimentação. Lance de difícil avaliação na área do Feirense”, escreve Duarte Gomes, na “Bola”.

Minuto 25. É bem anulado o golo ao Feirense?

Se José Leirós e Fortunato Azevedo defendem a escolha do árbitro, Jorge Coroado aponta no sentido contrário. “Marco Soares não cometeu qualquer infração. Foi Renan quem por duas vezes o empurrou. Não validar o golo foi lesa-futebol”, escreve.

“Marco Soare parou em frente a Renan e aceita-se a leitura que o posso ter impedido de se movimentar para a bola. Dúvida se antes Flávio Ramos não cabeceou a bola (aí seria fora de jogo)”, aponta Duarte Gomes.

Minuto 31. Vítor Bruno devia ter visto o cartão amarelo?

“Nitidamente Vítor Bruno, de forma negligente, atinge o pé de Bas Dost, e deveria ter visto o amarelo - o segundo - e consequente expulsão”, defende José Leirós, no “Jogo”.

“Foi poupado indevidamente. Deveria ter punido com o que seria segundo cartão amarelo”, escreve Jorge Coroado.