Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Seedorf: “Mesmo com o Cristiano, não acredito que os resultados do Real Madrid tivessem sido muito diferentes”

Segundo Seedorf, fosse quem fosse que substituísse Zidane, “teria precisado de fazer um trabalho especial para ter êxito imediato e superar as dificuldades iniciais.”

Expresso

Soccrates Images

Partilhar

Para Clarence Seedorf, não foi a saída de Cristiano Ronaldo, mas a de Zinedine Zidane que justifica a má temporada que o Real Madrid está a fazer.

“Se o Cristiano ainda estivesse na equipa, o Real Madrid teria tido mais confiança em si mesmo, mas não acredito que os resultados tivessem sido muito diferentes. Provavelmente, a saída de Zidane terá tido um impacto maior”, diz o antigo internacional holandês, em entrevista ao desportivo espanhol “A Marca” esta segunda-feira.

Segundo Seedorf, fosse quem fosse que substituísse Zidane, “teria precisado de fazer um trabalho especial para ter êxito imediato e superar as dificuldades iniciais.”

Uma equipa não é só um jogador - mesmo quando esse jogador é o “rei” dos golos, o melhor do mundo. “Mesmo quando o Cristiano estava lá, o Real Madrid não era só o Cristiano. O Cristiano foi decisivo num Real Madrid que jogava e pensava como uma equipa. As grandes equipas não dependem de um só jogador se querem ganhar”, diz.

“É graças a como joga toda a equipa que o jogador individual é capaz de deixar a sua marca. Se não existem condições adequadas, um único jogador não marcará a diferença”, atira.