Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Naomi Osaka deixa treinador que a acompanhou no último ano

Sascha Bajin treinou a Osaka durante 13 meses, após ter orientado a norte-americana Serena Williams (2008-2015)

Lusa

Kim Kyung Hoon

Partilhar

A japonesa Naomi Osaka, líder do 'ranking' mundial de ténis, deixou o treinador alemão Sascha Bajin, que a acompanhava há pouco mais de um ano.

“Não vou continuar a trabalhar com Sascha. Agradeço-lhe o seu trabalho e desejo-lhe o melhor para o futuro”, anunciou Osaka, que venceu o último Open da Austrália, depois das conquistas do US Open e de Indian Wells, em 2018.

Bajin treinou a japonesa durante 13 meses, após ter orientado a norte-americana Serena Williams (2008-2015), a bielorrussa Victoria Azarenka (2015-2016), a também norte-americana Sloane Stephens (2016) e a dinamarquesa Caroline Wozniacki (2017).

O alemão foi eleito treinador do ano de 2018 do circuito feminino (WTA) pelo trabalho com Osaka.