Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Raúl Jiménez: “No Benfica era difícil ser sempre titular, porque os outros avançados também estavam em forma e a marcar”

Segundo o mexicano, a Premier League sempre foi um sonho

Expresso

O ponta-de-lança Jiménez jogou três épocas no Benfica antes de viajar para o Wolverhampton

Wolverhampton Wanderers FC

Partilhar

Raúl Jiménez está feliz com a decisão de deixar o Benfica e rumar, por empréstimo, ao Wolverhampton. O avançado mexicano tem brilhado na Premier League. Na equipa de Nuno Espírito Santo ganhou o espaço que procurava, que não tinha tido nos encarnados. Em declarações à página oficial, Jiménez ainda explica o porquê de ter deixado o Benfica.

“Os meus primeiros anos na Europa foram complicados, chegar a um novo clube e ter de me adaptar. Aprendi muito no Atlético Madrid, com grandes jogadores e treinadores. Isso ajudou-me muito. No Benfica era difícil ser sempre titular. Fazia um ou dois jogos, depois lesionei-me duas ou três vezes. Depois foi difícil voltar a encontrar um lugar para mim, porque os outros avançados também estavam em forma e a marcar”, conta.

Segundo o mexicano, a Premier League sempre foi um sonho. “Não sabia como cá chegar. Consegue-se com trabalho, fazer o nosso melhor, e é o que todos fazemos aqui no Wolverhampton. Estamos a jogar mais mais do que apenas a permanência. É bom ver que os nosso adeptos estão satisfeitos e que a minha família está orgulhosa”, revela.