Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“O VAR comia uns tremoços e bebericava uma bejeca” ou o penálti de Edu sobre Raphinha existiu mesmo? O que dizem os especialistas

Os três jornais desportivos deste domingo dividem-se na análise ao lance que deu o triunfo do Sporting no Bessa. Os analistas de "O JOGO", "Record" e "A Bola" têm opinião diferentes sobre esse instante

Tribuna Expresso

NurPhoto

Partilhar

Os especialistas de arbitragem dos três jornais desportivos deste domingo fazem a análise ao trabalho de João Pinheiro no Boavista-Sporting cujo resultado final (1-2, para os leões) ficou selado num pontapé de penálti assinalado (e convertido por Bruno Fernandes) quase no final do encontro. Pinheiro e o VAR consideraram que Edu Machado impediu Raphinha com o braço, mas o que acharam os colunistas de "O JOGO", "Record" e "A Bola"?

“O JOGO”

Jorge Coroado, José Leirós e Fortunato Azevedo têm uma opinião comum: não há penálti de Edu Machado sobre Raphinha. Coroado é o mais cáustico dos três, dizendo que "Raphinha desembrulhou dois pontos de forma extraordinária, enquanto o VAR comia uns tremoços e bebericava uma bejeca". José Leirós diz que "não houve carga, não houve obstrução" e Azevedo que "Raphinha cavou muito bem o penálti".

“Record”

Jorge Faustino e Marco Ferreira, por sua vez, analisam de forma contrária. "Aceita-se o penálti", porque "o contato é inegável da mesma forma que é óbvio que houve aproveitamento" de Raphinha, analisa Faustino. Já Marco Ferreira diz ter existido "uma infração de Edu Machado sobre Raphinha".

Todavia, ambos os analistas alertam para um lance entre Acuña e Pedrigão (minuto 55) na grande área sportinguista: "Acuña pisa o adversário" e há "uma falta imprudente". Há, então, um penálti por assinalar.

“A Bola”

O antigo árbitro Duarte Gomes, por último, escreve este domingo que o penálti de Edu Machado sobre Raphinha "não foi bem assinalado".