Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Zidane regressou com salário 'low cost'

Segundo jornal espanhol “El Confidencial” esta quarta-feira, Zidane vai ganhar um salário líquido anual de 12 milhões de euros, mais cinco do que quando abandonou o clube, no final da passada temporada. Ainda assim, de todos os técnicos que o Real cobiçou, o francês terá sido a opção mais barata

Expresso

Foram três Champions seguidas, mais um campeonato em 2016/17. Oito meses depois de deixar o Real Madrid, Zinedine Zidane está de volta aos merengues

picture alliance/Getty

Partilhar

Sob a liderança de Zinedine Zidane, o Real Madrid alcançou um feito inédito: conquistar três Ligas dos Campeões seguidas. Ainda assim, com “Zizou” de regresso a Madrid para estancar a crise dos merengues, Florentino Pérez não abriu os cordões à bolsa para convencer o francês.

Segundo jornal espanhol “El Confidencial” esta quarta-feira, Zidane vai ganhar um salário líquido anual de 12 milhões de euros, mais cinco do que quando abandonou o clube, no final da passada temporada. Ainda assim, de todos os técnicos que o Real cobiçou, o francês terá sido a opção mais barata - “low cost”.

Florentino Pérez tinha interesse em Mauricio Pochettino, Jurgen Klopp, Massimiliano Allegri - sendo que os três estão ligados contratualmente ao Tottenham, Liverpool e Juventus, respectivamente. Além de os salários exigidos serem superiores ao que Zidane vai receber, o clube madrileno teria ainda de indemnizar as respetivas equipas.