Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Corona enfurece selecionador ao não voar para o México: “Haverá consequências”

A seleção do México irá defrontar, nos dias 23 e 27 deste mês, as congéneres do Chile e Paraguai

Expresso

Miguel Vidal

Partilhar

Apesar de se ter queixado de uma dor num dos tornozelos, era suposto Corona, jogador do FC Porto, voar para o México. Não ia jogar ou treinar. O selecionador, Gerardo Martino, queria conhecer ter “tempo de qualidade” com o atleta dos dragões.

“No domingo falei com ele e disse-lhe da necessidade de vir, mesmo que não treinasse e jogasse, para estar connosco e para nos conhecermos”, revelou Gerardo Martino, em conferência de imprensa, na terça-feira.

Corona, contudo, trocou as voltas ao selecionador. E deixou-o arreliado, claro. À última hora, o jogador dos dragões ligou a dizer que ia ficar a recuperar da lesão em Portugal.

“No primeiro contacto Corona esteve de acordo em vir, mas cinco horas depois ligou-me e disse-me que tinha optado por fazer a sua recuperação em Portugal e que não se sentia bem para viajar, e não estou de acordo com a sua decisão. Disse-lhe que não é uma posição que começa e acaba nesta concentração, vão haver consequências no futuro”, prometeu o selecionador.

A seleção do México irá defrontar, nos dias 23 e 27 deste mês, as congéneres do Chile e Paraguai.