Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

FPF defende redução da equipas na 1.ª divisão e estuda fim da Taça da Liga

Em encontro com os presidentes de clubes da primeira divisão, a FPF defendeu a redução do número de equipas na 1ª Liga de 18 para 16, o que iria retirar quatro jornadas à competição

Expresso

MIGUEL A. LOPES

Partilhar

No curto prazo, a principal prioridade da Federação Portuguesa de Futebol é tornar a 1.ª Liga mais competitiva - e assim subir no ranking da UEFA. Desta forma, seria possível que duas equipas portuguesas entrassem diretamente para a Liga dos Campeões.

Na quinta-feira, a FPF reuniu-se com os presidentes de clubes que atuam no primeiro escalão português para discutir o futuro das competições nacionais. Segundo o “Record”, um dos caminhos discutidos no encontro foi a redução do número de equipas na 1ª Liga de 18 para 16, o que iria retirar quatro jornadas à competição.

“Com uma Liga com menos participantes existirá mais flexibilidade na calendarização, visto que há o desejo de fazer com que as equipas que disputam rondas europeias em semanas consecutivas não tenham jogos internos no fim de semana entre essas partidas”, escreve o matutino.

Outro ponto em discussão foi a reestruturação das competições internas, com foco na Taça da Liga. Esta competição, escreve o “Record”, poderá ser extinta, o que permitiria às equipas nacionais mais tempo de descanso.