Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Jesus: “Bruno custou oito milhões, mas hoje com um zero à frente não vendia”

Jorge Jesus, o treinador que foi buscar Bruno Fernandes a Itália, tece rasgados elogios ao médio esta sexta-feira, em declarações à “Bola”

Expresso

NurPhoto/Getty Images

Partilhar

Após ter catapultado os leões para a final da Taça de Portugal, Bruno Fernandes, médio talismã do Sporting, tornou-se, mais uma vez, o centro das atenções futebolísticas em Portugal. Está a fazer uma época de sonho, a valorizar a olhos vistos. Jorge Jesus, o treinador que o foi buscar a Itália, tece rasgados elogios ao médio esta sexta-feira, em declarações à “Bola”.

“O Adrien tinha saído e eu precisava de um jogador dentro de determinado perfil, que eu achava ser ser importante para a equipa. Sugeri então o Bruno Fernandes, ele [Bruno de Carvalho] disse-me que era caro. A verdade, penso eu, é que o Bruno custou cerca de oito milhões de euros, que era muito dinheiro para o Sporting, mas hoje se calhar com um zero à frente… não vendia. É o jackpot do Sporting, tanto desportiva como financeiramente”, afirma JJ.

O ex-técnico dos leões revelou ao desportivo que já há algum tempo que tinha Bruno Fernandes debaixo de olho, quando o trouxe para o Sporting. “O Bruno era um jogador que já tinha identificado, como tenho muitos outros. Conhecia as suas características e valor. Já conhecia de Itália, onde, na Sampdoria, não era titular indiscutível, mas percebi que era um jogador interessante. Não era igual aos outros”, conta.

Quanto ao futuro do médio, Jesus aponta para o estrelato mundial. “Tem de haver alguém que acredite nele, pois para jogar num grande europeu conta muita coisa, não é só talento. Uns olham, outros não. Mas ele tem tudo para jogar a um nível mais alto, tal como acontece com Bernardo Silva no Manchester City. Bruno Fernandes pode chegar perfeitamente a esses patamares”, diz.