Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bruno de Carvalho terá utilizado empresa sediada em Cabo Verde para receber luvas

A Gold Foot CV, Lda, sociedade criada por dois empresários ligados ao ex-presidente dos leões e sediada em Cabo Verde, terá sido usada para pagar luvas a Bruno de Carvalho, escreve o “Correio da Manhã” esta terça-feira

Expresso

Pedro Nunes

Partilhar

Bruno de Carvalho terá recebido luvas através da empresa Gold Foot CV, Lda, sociedade criada por dois empresários ligados ao ex-presidente dos leões e sediada em Cabo Verde, escreve o “Correio da Manhã” esta terça-feira.

Um dos sócios da empresa é João Cardoso, presidente do Batuque, que assinou o polémico protocolo de prospeção com o ex-presidente do Sporting. O segundo sócio é João Pinheiro, agente mandatado por Bruno de Carvalho para intermediar a transferência de Tanaka, negócio atualmente investigado devido a alegadas comissões pagas ao antigo presidente leonino.

O registo da empresa, ao qual o matutino teve acesso, mostra que esta iniciou atividade em janeiro de 2015. Contudo, fonte das Finanças de Cabo Verde explicou ao “CM” que a sociedade foi criada antes, em março de 2014. Ou seja, três meses antes de Tanaka ter-se mudado para a Alvalade.

Fonte ligada ao negócio garantiu ao jornal que “o empresário João Pinheiro gabou-se de ter uma sociedade em Cabo Verde através da qual ia fazer passar as comissões para Bruno de Carvalho”.