Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Uma Liga dos Campeões mais elitista? Eis o que a UEFA propõe

A UEFA quer lançar um novo formato da Champions em 2024: quatro grupos de oito equipas, e a competição a arrancar logo em agosto

Expresso

Salvatore Di Nolfi

Partilhar

A UEFA está a ponderar mudar radicalmente o formato da Liga dos Campeões em 2024, o que poderá prejudicar a entrada na fase final da competição de equipas de países como Portugal.

De acordo com um documento a que a “AP” teve acesso, a UEFA pretende definir que, a partir de 2024, apenas quatro das 32 equipas na competição se classifiquem com base nas Ligas nacionais em que alinham. (E Portugal não faz parte da lista.) As outras 24 serão serão selecionadas a dedo pela própria Champions e as restantes terão origem na Liga Europa - que se tornaria, na prática, na segunda divisão europeia.

Neste momento, só duas equipas que têm apuramento garantido para a Liga dos Campeões todos os anos - a vencedora da competição e da Liga Europa. As restantes 30 vagas têm por base as ligas nacionais. Muitos especialistas queixam-se que o novo modelo é baseado num preceito elitista. As ligas nacionais vão, como é evidente, perder poder.

A UEFA quer ainda lançar um novo formato da Champions em 2024: quatro grupos de oito equipas, e a competição a arrancar logo em agosto. Os primeiros classificados destes grupos ficarão automaticamente classificados para a edição seguinte da Champions.