Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Hamilton “empresta” F1 a criança com cancro. “Gostava de ser tão forte como tu. O teu amigo, Lewis”

Lewis Hamilton enviou (de surpresa) o seu Mercedes-AMG F1 até à porta de casa de Harry Shaw, o miúdo de cinco anos que sofre de cancro e que o inspirou a ganhar o Grande Prémio de Espanha

Expresso

Charles Coates

Partilhar

Por vezes, um desporto torna-se mais do que é, cruza fronteiras. Esta é uma dessas histórias. Lewis Hamilton enviou (de surpresa) o seu Mercedes-AMG F1 até à porta de casa de Harry Shaw, o miúdo de cinco anos que sofre de cancro e que o inspirou a ganhar o Grande Prémio de Espanha.

No final da prova de domingo, o piloto de F1 já havia escrito uma mensagem dirigida a Harry nas redes sociais: “Hoje a minha inspiração foi o Harry. Tentarei que tenhas orgulho em mim. Um rapaz muito forte e eu gostava de ser tão forte como tu. Queria que o mundo visse quão forte és e que todos te dirijam os seus melhores desejos e orações durante este momento difícil. Deus te proteja. O teu amigo, Lewis”.

Já na segunda-feira, Harry Shaw (tal como a sua família) foi apanhado de surpresa pelo aparecimento do carro de F1 à porta da sua casa. Há três semanas que a criança de cinco anos não saía de dentro de paredes, devido ao seu estado de saúde.

“Lewis Hamilton deu-nos um grande momento e um grande sorriso num momento tremendamente difícil das nossas vidas. O meu filho não consegue acreditar que Hamilton fale dele e que lhe tenha dedicado a corrida”, disse o pai de Harry Shaw, em declarações à “SkySports”.

“Agora, o Harry pensa que o Lewis Hamilton é o seu melhor amigo, o que para uma criança de cinco anos é incrível”, disse.