Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bola de Ouro: Ronaldo pode não ser o único português entre os finalistas

Tanto CR7 como Messi conquistaram as respectivas ligas nacionais e mais um troféu. A Liga das Nações pode, por isso, tornar-se decisiva, como fator de desempate

Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

A Liga das Nações veio deixar as contas da atribuição da Bola de Ouro de 2019 mais complicadas - mas também, de certa forma, mais favoráveis a Portugal. Segundo a “Bola” esta terça-feira, na lista de finalistas deverão constar dois nomes portugueses: Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva.

Com o afastamento algo precoce da Juventus da Liga dos Campeões, muitos foram aqueles que pensaram que a Bola de Ouro estava praticamente nas mãos de Lionel Messi. O Barcelona, contudo, também tropeçou e foi eliminado pelo Liverpool nas meias-finais da competição. Além disso, a equipa catalã teve um péssimo final de época: perdeu a Taça do Rei para o Valencia.

Tanto CR7 como Messi conquistaram as respectivas ligas nacionais e mais um troféu. É neste ponto que a Liga das Nações pode tornar-se ainda decisiva, como fator de desempate. Ora, Cristiano acabou de ganhar a Liga das Nações… e conseguiu a distinção de melhor marcador da fase final da competição. Contudo, o título de melhor jogador da competição foi para outro português: Bernardo Silva.

Bernardo Silva, que ganhou pelo Manchester City o título da Premier League, Taça da Liga e Taça de Inglaterra, deverá ser um dos jogadores a constar da lista de finalistas para a Bola da Ouro. O jogador português foi elogiado inúmeras vezes ao longo da época por Pep Guardiola.

Messi, por sua vez, tem a seu favor o facto de esta época ter sido o melhor marcador da Europa (Bota de Ouro), com 36 golos em 34 jogos, e da Liga dos Campeões com 12 golos em 10 jogos.