Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Sousa Cintra: "Se o presidente Varandas não despede o José Peseiro, tínhamos sido campeões"

O homem que liderou a comissão de gestão com que o Sporting arrancou a época defende a sua escolha de treinador e, numa entrevista ao desportivo "A Bola", deixou críticas a Frederico Varandas

Tribuna Expresso

Ana Brigida

Partilhar

Depois da saída de Bruno de Carvalho, Sousa Cintra foi convidado para liderar a comissão de gestão do Sporting e foi sob a sua presidência que os leões arrancaram a época, com José Peseiro no banco.

O treinador deixaria o cargo já com Frederico Varandas na direção e numa entrevista ao diário "A Bola", Sousa Cintra disse acreditar que o despedimento de Peseiro foi um erro e que o Sporting podia ter sido campeão com o técnico no leme.

"Quando entregámos a pasta a esta direcção, a equipa de futebol estava em 1.º lugar e já tínhamos jogado com o Benfica na Luz, Acreditei que podíamos ser campeões. As pessoas por vezes dizem: 'Ah, o Cintra é um optimista, fala sempre com demasiada confiança'. A minha convicção era de que seríamos campeões. Ainda agora sinto que, se o presidente Varandas não despede o José Peseiro, tínhamos sido campeões".

Sousa Cintra deixou ainda algumas críticas à direção de Frederico Varandas, dizendo que esta "esqueceu" o trabalho da comissão de gestão, e voltou a defender a sua escolha

"Convém ter uma palavra de apreço para com o Peseiro. Ele foi um senhor. Aturou-me tudo e mais alguma coisa e fez um trabalho brilhante no Sporting. Juntos trabalhámos dias a fio em prol do Sporting e o Varandas parece que se esquece disso", lamentou.