Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Vietto: “Podia ter sido vendedor de carros na Argentina pois era o que o meu pai fazia”

O argentino do Atlético de Madrid, que passou pelo Fulham na última época, custou 7,5 milhões de euros aos cofres de Alvalade

Expresso

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

Partilhar

Luciano Vietto, 25 anos, jogador que chegou ao Sporting este verão, concede esta quinta-feira uma longa entrevista ao “Record”. O argentino do Atlético de Madrid, que passou pelo Fulham na última época, a título de empréstimo, custou 7,5 milhões de euros aos cofres de Alvalade. Eis os principais destaques da conversa.

Em vez de futebolista, poderia ter sido vendedor de carros? “Sim”

“Creio que sim, de facto podia ter sido vendedor de carros na Argentina pois era o que o meu pai fazia. Na altura, eu não estava bem encaminhado nos estudos e, se o futebol não desse certo, era preciso fazer alguma coisa. Nessa fase da minha vida, uma das alternativas que tinha era ajudar o meu pai no negócio dos carros.”

Elogio a Bruno Fernandes

“Vi muitos jogadores jovens que têm muito para dar no futuro, mas foi o Bruno Fernandes quem mais me surpreendeu. Ele chegou uma semana depois, e a verdade é que ele é um jogador que temos de admirar, seja aqui ou em qualquer outro lugar.”

O melhor do mundo: Messi ou Ronaldo?

Sem surpresas: “Para mim é o Messi.”

Ida de João Félix para o Atlético de Madrid

“Não sei se é pressão, mas o João Félix tem uma responsabilidade por ter um preço tão alto e chegar a um clube como o Atlético Madrid. Oxalá que os companheiros o ajudem... Eu estou certo de que vão fazê-lo. É preciso que o acompanhem durante este tempo para que ele se possa sentir bem e mostre o que demonstrou na sua equipa anterior.”

  • O Bom, o Mau, o Herói e o Vilão do St. Gallen-Sporting

    Sporting

    O Sporting entrou bem mas acabou a sofrer no segundo teste da época, frente ao St. Gallen. O empate 2-2 pune os leões, que adormeceram na 2.ª parte, num encontro em que mais uma vez Bruno Fernandes foi muito melhor que todos os outros. Este é o Bom, o Mau, o Herói e o Vilão, formato da Tribuna Expresso para os encontros desta pré-época