Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Real Madrid acusou a saída de Ronaldo”

Antigo internacional alemão Lothar Matthäus apontou a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid como um dos fatores da baixa de rendimento da equipa espanhola, em entrevista concedida ao jornal “As”

Tribuna Expresso

Matthew Ashton - AMA

Partilhar

A estrela do futebol alemão nos anos 80 e 90 analisou a atualidade do Real Madrid e considerou que o clube devia equacionar a saída de algumas das referências da equipa.

“O Real precisa de fazer algumas mudanças. (…) Mudar jogadores que deram grandes resultados no passado, mas que seguramente não estão preparados para o fazer no futuro”, referiu o ex-jogador. Quando questionado se a equipa sentiu a saída de Cristiano Ronaldo, a resposta foi “claro”.

“A todos esses problemas juntamos a saída de Cristiano, um jogador que assegurava 50 ou 60 golos por época. Benzema é bom jogador, Zidane confia nele, mas começa a acusar a idade. Veremos se Hazard é capaz de jogar ao mesmo nível que apresentou no Chelsea. Olhas para o onze e são os mesmos de sempre: Marcelo, Carvajal, Sergio Ramos, Modric, Kroos… jogam há cinco, seis anos juntos e é preciso mudar. Não porque não são bons jogadores, mas porque o futebol muda”, acrescentou.

Matthäus recordou como foi jogar as finais dos mundiais de 1986 e 1990 contra Maradona: “Não joguei contra ele, foi ele que jogou contra mim (risos). Era sempre uma batalha especial, da mesma forma que é jogar contra Messi ou Cristiano Ronaldo.”

A pergunta impunha-se: Maradona ou Messi, qual o melhor? "É difícil compará-los. Maradona jogou há 30 anos num futebol completamente distinto. Foi o melhor nos anos 80 e Messi foi o melhor nos últimos dez anos."

E entre Messi e Cristiano Ronaldo? "Como adepto de futebol prefiro o estilo de Messi à força de Ronaldo. Isto não significa que um seja melhor que o outro. Messi joga mais em equipa e faz mais assistências, enquanto Ronaldo se destaca pela força e pela velocidade. Se tivesse de contratar um seria Messi pois considero o seu estilo mais importante para a equipa.”