Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Campeonato do mundo feminino foi um balão que esvaziou”

Carly Telford, guarda-redes da seleção inglesa, tem feito duras críticas aos esforços da França na organização do último mundial feminino

Tribuna Expresso

NurPhoto

Partilhar

Carly Telford descreveu o trabalho francês para organizar o último campeonato do mundo como “um balão que esvaziou rapidamente”. Para Telford, o mau exemplo da França deve servir para fazer do campeonato europeu de 2021, organizado por Inglaterra, “a melhor competição na história do futebol feminino”.

Segundo a guardiã, apesar dos adeptos terem tido um comportamento positivo, “o feedback dos amigos e das famílias, bem como das pessoas envolvidas deu a entender que [o torneio] não foi muito bem organizado”. A guarda-redes do Chelsea lamenta que muitas cidades parecessem “pouco amigáveis” em relação ao futebol e espera que o seu país aprenda com isso, escolhendo bem as cidades onde vai haver jogos.

Na entrevista ao “The Guardian”, Carly Telford critica também o “escândalo” dos bilhetes, que levou a que várias famílias fossem separadas nas bancadas, em vários jogos do mundial.