Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Owen sobre Capello: “Era lixo!”

Michael Owen lançou a autobiografia. Em “A minha vida, o meu tempo”, o ex-internacional inglês atira a matar sobre Fabio Capello

Tribuna Expresso

Peter Byrne - PA Images

Partilhar

“Michael Owen: A minha vida, o meu tempo” é o nome do livro em que o ex-jogador arrasa o antigo selecionador inglês Fabio Capello. Em causa, está precisamente o período que o italiano passou à frente da seleção dos três leões.

“Fabio Capello acabou com a minha carreira na seleção, mas essa não é a razão pela qual penso que ele é lixo”, escreve o avançado que jogou em clubes como Liverpool, Manchester United e Real Madrid.

“Quando orientou o primeiro treino na seleção, a primeira coisa que notámos foi que era muito rígido em relação à alimentação dos jogadores, depois foi que não falava uma única palavra em inglês. Todos olhavam uns para os outros. Eu pensava ‘como é que este tipo vai comunicar connosco?’”, afirma. “Em retrospetiva, não faço ideia por que a federação escolheu alguém que não sabia falar inglês. Desafia qualquer crença”, desabafa.

Após vários anos como titular na seleção, Michael Owen começou a era Capello no banco: “Dispararam os alarmes. Sentado no banco pensava ‘isto não é bom, de todo’.” Todos, principalmente a imprensa, queriam saber por que Capello não apostava em Owen. Quando questionado se recebera do selecionador alguma explicação, Owen respondeu: “Não, porque ele não fala inglês.” E não voltou a ser convocado por Capello, o que, segundo o ex-jogador, “também não é coincidência”.

“Senti que, como novo selecionador, Capello tinha de mudar qualquer coisa. E que essa coisa era Michael Owen. Para mim foi uma afirmação. (…) Não só destruiu uma carreira internacional construída a pulso sem qualquer explicação, como também acabou por ser um dos selecionadores de Inglaterra com menos sucesso. Era lixo, absolutamente. Causou danos catastróficos à minha carreira e ao futebol inglês em geral. E foi pago principescamente para fazê-lo”, remata.

Michael Owen tem atualmente 39 anos. Terminou a carreira em 2013 ao serviço do Stoke City. No total fez 89 jogos e marcou 40 golos pela seleção inglesa.