Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bruno Fernandes, Borja, Ricardo Costa: os lances polémicos do Boavista-Sporting, vistos pelos especialistas

O empate de ontem entre panteras e leões teve vários lances dignos de análise por quem percebe do assunto

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA

Partilhar

A estreia de Leonel Pontes ao comando do Sporting acabou com um resultado insosso, mas o jogo foi tudo menos calmo. Olhamos para os lances que deixaram dúvidas através dos olhos dos especialistas.

Bruno Fernandes sofreu falta aos 19 minutos?

Quase a chegar ao minuto 20, o jogador do Sporting choca com Ricardo Costa, ficando no ar a hipótese de ter sido cometida grande penalidade. No entanto, os especialistas dos jornais “O Jogo”, “A Bola” e “Record” são unânimes em afirmar que o contacto aconteceu devido à ação de ambos os jogadores. Foi apenas uma disputa de bola.

Borja joga a bola com a mão aos 23 minutos?

Pouco depois do lance acima, lance polémico na área contrária. Num momento confuso, Sauer e Borja disputam a bola com esta a tocar no corpo do defesa do Sporting. Quase todos os comentadores defendem a casualidade do lance, negando, portanto, a existência de razão para a marcação de penalti. A bola terá tabelado na mão do jogador leonino sem que este pudesse evitá-lo. No entanto, Jorge Faustino, do jornal “Record” tem uma visão diferente. Borja terá levantado a mão para dominar a bola, ficando seguidamente em posse da mesma.

Ricardo Costa sofre falta na área aos 69 minutos?

Perto do minuto 70, o experiente defesa do Boavista cai desamparado na área do Sporting. Segundo os especialistas dos três jornais desportivos, este é mais um lance de contacto natural entre os jogadores, não justificando portanto a marcação de qualquer falta sobre Ricardo Costa.

Bruno Fernandes é bem expulso?

Um minuto depois dos 90, o capitão do Sporting perde a cabeça. Sem conseguir pontapear a bola, acerta na perna de Obiora de forma desnecessária e negligente. Por esse motivo, viu o segundo cartão amarelo e foi consequentemente expulso. Todos concordam que o lance foi corretamente avaliado por Jorge Sousa e que Bruno não teve em consideração o risco da sua entrada.

Arbitragem positiva

Num jogo de muita virilidade e com alguns lances complicados, quase todos os especialistas atribuem nota positiva a Jorge Sousa. No entanto, Jorge Faustino, do “Record”, por considerar que o lance de Borja seria falta, dá nota negativa ao árbitro do Porto.