Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Eto’o sobre Mourinho: “Gostava que estivesse no banco do Barcelona”

O antigo jogador deu uma entrevista em que fez questão de referir o treinador português

Tribuna Expresso

ADRIAN DENNIS

Partilhar

Não é novidade que o camaronês Samuel Eto’o considera José Mourinho um treinador marcante na sua carreia enquanto jogador. Em entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, citada por "A Bola", o agora treinador contou uma lição que o português lhe deu em 2010, quando ambos estavam no Inter de Milão.

“Janeiro de 2010: volto do CAN e ele deixa-me fora durante quatro jogos. Quatro. Pedi para conversar com ele, estava muito chateado. Ele disse-me: ‘És o meu melhor jogador, mas a equipa está a trabalhar bem sem ti’. Estas palavras mudaram muito a minha forma de ver as coisas. E aprendi que quase sempre a própria equipa é a estrela da equipa”, recordou.

Sobre o facto de José Mourinho estar sem clube dezembro de 2018, quando abandonou o comando técnico do Manchester United, Eto’o confessa que gostaria de o ver em dois bancos específicos, mas entende que por vezes uma pausa na carreira é a melhor opção. “No futebol, há momentos em que é bom parar uns momentos. Ao longo de vinte anos, ele tem estado a treinar, lutar, ganhar e trabalhar para melhorar os jogadores. Gostava que estivesse no banco do Barcelona ou dos Camarões, mas também estou feliz por vê-lo relaxar um pouco. Não mais do que esta temporada, espero”.