Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Roy Keane diz que apenas jogou com "cinco jogadores de topo" e Ronaldo não faz parte

O polémico irlandês recordou a carreira de jogador e elegeu os companheiros que mais o impressionaram

Tribuna Expresso

Tom Purslow

Partilhar

Roy Keane teve uma longa carreira ao serviço do Manchester United. Foram 12 anos, entre 1993 e 2005, ao longo dos quais teve como colegas jogadores de topo mundial. Haveria nomes óbvios, mas algumas das cinco escolhas divulgadas pelo ex-jogador à Sky Sports surpreendem. A maior surpresa é mesmo a ausência de Cristiano Ronaldo, que jogou com Keane entre 2003 e 2005.

"Nunca nos demos a oportunidade de falar sobre jogadores de topo mundial. Mas olhando para trás, teria de falar no Ryan Giggs. Para mim, um jogador de topo tem de estar sempre lá em cima durante nove, 10, 11 anos. E o Giggs fê-lo, obviamente. A chave para seres um excelente jogador é ser consistente. Atualmente vemos os jogadores a terem um mês bom e a desaparecerem. Tens de ser bom durante anos e anos e o Giggs é o melhor exemplo disso mesmo", declarou o irlandês, acrescentando Mark Hughes, Paul Scholes e Eric Cantona à sua lista.

Quando se esperava que Cristiano Ronaldo preenchesse o último lugar disponível na lista, Roy Keane surpreendeu. "Meu Deus, imaginem se o Denis Irwin jogasse agora! Podia jogar a defesa esquerdo, a defesa direito, marcar golos, defender, nunca se lesionar. Era um tipo brilhante no balneário", declarou o antigo médio da seleção irlandesa.