Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Lee Sharpe: “O United deveria ter garantido o regresso de Ronaldo”

A antiga referência do Manchester United considera que o clube deveria ter feito tudo para tentar trazer de volta Cristiano Ronaldo

Tribuna Expresso

Rui Vieira - PA Images

Partilhar

Na década de 90 do século passado foi um jogador importante do Manchester United. Agora, Lee Sharpe vê o sucesso dos Red Devils como uma memória cada vez mais distante. Para combater essa decadência, o ex-jogador considera que o clube deveria ter feito o possível e o impossível para trazer de volta um dos seus filhos pródigos, Cristiano Ronaldo, antes de o português ter assinado pela Juventus. Isto numa altura em que apesar dos gastos milionários, o categorizado clube inglês teima em continuar longe da ribalta, tanto a nível interno como nas competições europeias.

“Foi uma pena que o Manchester United não tivesse garantido o regresso de Ronaldo, antes de ele ter ido para a Juventus. Mesmo assim acho que ainda não estariam no topo, mas a distância para os lugares cimeiros não seria tão grande como é agora, porque tinham alguém que vale 25 a 30 golos por temporada”, afirmou Lee Sharpe, em declarações à imprensa inglesa, citado pelo jornal “A Bola”.