Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Jesus é “técnico de terceiro escalão na Europa” mas “chega ao Brasil e faz isto"

O treinador português foi alvo de discussão no canal SporTV e recebeu elogios, apesar de ser considerado de “terceiro escalão”

Tribuna Expresso

Rodolfo Buhrer

Partilhar

Jorge Jesus já se habituou a ser tema diário na abertura dos noticiários desportivos no Brasil. No caso, foi alvo de uma extensa discussão num programa do canal brasileiro SporTV, citado pelo jornal “O Jogo”.

"No outro dia perguntei ao Carlos Eduardo Mansur (jornalista brasileiro) em que prateleira o Jorge Jesus está na Europa. Ele disse que é da terceira. Um técnico de terceiro escalão na Europa chega no Brasil e faz isto... Se eu sou técnico no Brasil, tenho vergonha de sair de casa", começou por dizer o comentador Aydano André Motta.

"O contrato do Jorge Jesus é até ao meio do ano. Acho que fizeram isso a pensar na temporada europeia. Pensando na não-permanência, é melhor ir embora no fim do ano do que a meio do ano que vem. Porque é a meio da Libertadores, do Brasileirão... O Flamengo tem que resolver no fim do ano se ele fica até ao fim do ano que vem ou se troca. Imaginam o homem de coragem para pegar no Flamengo depois do Jorge Jesus? Vejam onde está a fasquia", preveniu Motta.