Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Fabio Capello: “Cristiano Ronaldo não dribla um adversário há três anos”

O treinador italiano critica ainda o facto de Ronaldo não se ter sentado no banco de suplentes após ser substituído. “Foi uma falta de respeito”

Tribuna Expresso

MARCO BERTORELLO

Partilhar

Fabio Capello não gostou da atitude de Cristiano Ronaldo no jogo de ontem, domingo, frente ao AC Milan, quando foi substituído e se mostrou irritado. Em declarações ao canal de televisão Sky, o antigo treinador da Juventus considerou que Maurizio Sarri fez bem ao tirar o português de campo, mas fez questão de acrescentar que Ronaldo faltou ao respeito aos seus companheiros.

"É um grande campeão, isso é indiscutível", disse o técnico. "Mas neste momento ele não está bem e foi correto retirá-lo do campo. Se Sarri foi corajoso? É preciso personalidade para fazer essa mudança e no final ele ganhou o jogo."

Capello não gostou da atitude do português, que cumpria ontem o jogo 1.000 da carreira e que terá mesmo abandonado o estádio antes do final da partida. "O facto de ele não se sentar no banco e de ter respondido mal ao Sarri não é bonito. É preciso ser-se um campeão até mesmo quando se é substituído e não apenas quando as coisas correm bem. Ele não está bem e o Dybala está em grande forma. A verdade é que o Ronaldo não dribla um adversário há três anos. Lembro-me de quando ele passava pelos jogadores e os deixava lá plantados. Isso já não acontece, quem o faz agora é o Dybala e o Douglas Costa."

O antigo selecionador inglês explicou ainda o que teria dito ao português se fosse Maurizio Sarri. "Ele tem de respeitar os companheiros. E ter-lhe-ia dito que se ele saiu foi porque eu estava a tentar ganhar o jogo."

Cristiano Ronaldo já tinha sido substituído na partida anterior, com o Lokomotiv Moscovo, para a Liga dos Campeões, com uma reação idêntica.