Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Gales. Golfe. Madrid” : as polémicas prioridades de Gareth Bale “por ordem”

Depois da vitória da seleção galesa ante a Hungria, o jogador do Real Madrid celebrou de forma provocatória a presença no Euro 2020

Tribuna Expresso

Matthew Horwood

Partilhar

Gareth Bale arriscou enfurecer ainda mais a hierarquia do Real Madrid ao dançar com a bandeira do País de Gales coberta com as palavras “Gales. Golfe. Madrid.” Os adeptos da seleção cantaram-lhe uma canção com essa letra (em vez do normal “Viva Gareth Bale”, depois da vitória no Azerbaijão, no fim de semana passado. Na bandeira podia ler-se que estas são as prioridades de Bale, “por ordem”. A cadeia galesa S4C apanhou o jogador de 30 anos a dançar e a rir enquanto os companheiros de equipa pareciam entoar a canção.

O avançado tem sido muito criticado no Real Madrid pelas duas prioridades, e existe a crença de que ele vê alguns dos seus hábitos como mais importantes do que jogar pelo clube que lhe paga o salário. A antiga estrela do Real Madrid, Predrag Mijatovic comentou recentemente: “A primeira coisa em que ele pensa é o País de Gales, depois o golfe e só então o Real Madrid. Não falei com ele mas é isso que transmite.” Aparentemente, os fãs galeses inspiraram-se nas palavras de Mijatovic.

Bale admitiu conhecer o cântico mas viu claramente o lado cómico da situação. Quando questionado acerca do assunto, disse: “Ouvi, especialmente quando esava sentado no banco depois de ser substituído. Os rapazes riam-se. Foi divertido”. Isto acontece depois de Bale ter admitido, a semana passada, que ele se diverte mais com a camisola da seleção do que em qualquer outra situação no futebol.