Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Efeito Mourinho: Bruno Fernandes volta à agenda do Tottenham

Com José Mourinho ao leme, reacende-se um interesse antigo e podem ser reatadas as negociações

Tribuna Expresso

MANUEL DE ALMEIDA/Lusa

Partilhar

O interesse do Tottenham em Bruno Fernandes pode estar de regresso com a chegada de José Mourinho para o comando técnico. De acordo com o jornal “Record o treinador português tem interesse em levar o médio do Sporting para Inglaterra.

José Mourinho é um grande apreciador das qualidades do internacional português. Já o demonstrou publicamente, ao comentar a última temporada do camisola 8 dos leões. "Fiquei surpreendido com a época que o Bruno Fernandes fez", afirmou, em declarações à Eleven Sports, no verão passado, acrescentando: "É fácil ver que tem qualidade. É um jogador muito bom, marcou um elevado número de golos, algo pouco comum para um médio. É preciso ter instinto e qualidades para marcar e ele tem", elogiou. "Chuta bem, cabeceia bem e mantém-se calmo frente ao guarda-redes. Procura espaços na área. Está tudo lá", analisou ainda o setubalense.

Na anterior janela de transferências, o Tottenham já tinha tentado levar o jogador maiato para White Hart Lane, mas nunca chegou a satisfazer por inteiro as pretensões da SAD sportinguista. As propostas andaram, incluindo objetivos, na ordem dos 60 milhões de euros, mas o Sporting pretende receber 70 milhões.

Apesar de ainda não ter sido estabelecido um contacto formal, o diário desportivo afirma que existe vontade do Tottenham em voltar ao assunto, com José Mourinho aos comandos, bem como recetividade do Sporting para negociar. As relações do empresário Miguel Pinho com os Spurs também podem ajudar as negociações, em janeiro ou no final da época, cenário mais provável.

Se o Sporting mantiver os valores exigidos, Bruno Fernandes não poderá desvalorizar-se, algo que, tendo em visto as suas prestações esta época, corre o risco de acontecer. E as dificuldades financeiras dos leões ameaçam retirar força negocial.

Ao mesmo tempo, as negociações para a renovação de contrato com Bruno Fernandes estão paradas desde setembro. Em causa estará um aumento salarial significativo, o que ainda não passou do campo das intenções para a vida real.