Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Quando eu estiver no Céu, vão falar de Jesus”

Jorge Jesus desconhece o futuro próximo mas tem uma certeza: o nome dele perdurará na história do futebol mundial

Tribuna Expresso

Henry Romero

Partilhar

“Não sei o que vai acontecer com a minha vida quando acabar o meu contrato com o Flamengo (junho de 2020). Este grupo vai ficar para a história do Flamengo. Não tenho dúvidas. Quando eu estiver no Céu vão falar de Jesus”, afirmou o treinador português, após o jogo com o Ceará, que o Flamengo venceu por 4-1.

“O Flamengo já era campeão, mas temos de mostrar que os campeões querem sempre mais. É essa a mensagem que os jogadores recebem de mim. O hino do Flamengo diz ‘vencer, vencer, vencer’. E foi isso que procurámos fazer. Foi uma semana diferente. No intervalo ajustámos algumas coisas que não correram tão bem. E fizemos 45 minutos com muita qualidade técnica. Marcámos quatro golos e poderíamos ter feito mais. Era uma festa, era importante a vitória e batemos mais um recorde, 84 pontos”, salientou Jesus, acrescentando mais um pouco de ego ao discurso: “Já ganhei a Libertadores, o campeonato mais importante da América, e o brasileiro. O que mais posso querer? Acima disto, só a Champions”.

Antes de ganhar a Liga dos Campeões, Jesus tem pela frente uma outra competição: o Mundial de Clubes. “Vamos pensar no dia-a-dia. Estou muito feliz no Flamengo. Temos 20 dias para preparar a equipa para o Mundial», referiu.