Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

João Félix foi “o único que trouxe magia ao jogo”

O Atlético perdeu com o Barcelona mas os jornais espanhóis elogiam a exibição do português, principalmente na primeira parte

Tribuna Expresso

Charlie Crowhurst/International

Partilhar

João Félix foi titular na derrota caseira do Atlético Madrid por 1-0 frente ao Barcelona. O avançado português acabou por ser substituído aos 67 minutos mas conseguiu deslumbrar, principalmente na primeira parte do encontro, com alguns lances de técnica apurada, como o cruzamento para Hermoso, naquela que foi a grande oportunidade de golo, ou o “túnel” a Gerard Piqué.

Da exibição de Félix, o jornal “Marca” destaca o "grande passe que fez para Hermoso criar uma das ocasiões mais claras da partida”. O jornal de Madrid refere também o “túnel” a Piqué, “que só conseguiu pará-lo com recurso a um puxão”. O diário desportivo conclui: “Foi o único que trouxe magia ao jogo, sobretudo na primeira parte... e também o primeiro a ser substituído”.

Já o “As” destaca que esta foi a "primeira vez no onze desde que recuperou da lesão no tornozelo”. Há também referência ao “grande 'centro' para Hermoso, que esteve muito perto de fazer o primeiro golo do Atlético” e ao lance com Piqué, “com um grande drible e um 'túnel' incluído”. O “As” elabora: “Procurou o centro da defesa do Barcelona sem chegar a criar lances de golo. Foi substituído aos 67 minutos, algo que não agradou ao Wanda Metropolitana, que reagiu mal ao facto do português ter sido o escolhido por Simeone para abandonar o terreno de jogo".

A substituição do português foi assobiada pelo público presente no estádio. No final do jogo, Diego Simeone explicou porque preferiu prescindir de Félix a meio do encontro: "É normal que toda a gente critique a opção. (…) Senti que ele já tinha dado tudo e estava cansado".