Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Zlatan Ibrahimovic: “Aos 38 anos recebi mais propostas do que aos 28”

O sueco revela que esteve em alta desde que se tornou jogador livre até ter aceite regressar ao AC Milan

Tribuna Expresso

MARK RALSTON

Partilhar

De acordo com o próprio, Zlatan Ibrahimovic é mais desejado aos 38 anos do que há uma década. O sueco tem tido a sensatez de adaptar o seu jogo à medida que envelhece e é isso mesmo que pretende fazer no AC Milan, onde foi apresentado pela segunda vez.

Ibrahimovic regressou ao clube sete anos depois, com um acordo por seis meses, com a opção de permanência, mas há questões acerca do impacto que ele pode ter no gigante caído em desgraça que ocupa apenas o 11º posto da Série A. No último jogo, os inquilinos de San Siro foram cilindrados pela Atalanta por 5-0, a maior derrota de sempre no campeonato.

O internacional sueco ajudou o AC Milan a vencer o seu último grande troféu, o título da Série A de 2010-11, antes de sair para o Paris Saint-Germain na época seguinte, um negócio que, segundo o próprio, foi contra a sua vontade. Desde que saiu do clube americano Los Angeles Galaxy, em novembro, Ibrahimovic era um jogador livre.

Em conversa com os jornalistas reproduzida pelo jornal inglês “Daily Mail”, o sueco referiu: “A última vez que deixei o AC Milan, fi-lo contra a minha vontade mas a situação era o que era. O que é importante é que estou aqui agora”. O jogador referiu também que a paixão pelo jogo permanece mas aprendeu a adaptar a forma de jogar com a idade.

“Cada ano é diferente, mudamos fisicamente a cada ano que passa,” admitiu. “Mas a experiência ensina-nos a fazer as coisas de forma diferente, se fores um jogador inteligente, sabes o que podes e o que não podes fazer. Em vez de correr, posso rematar de longe.”

Fica a promessa de puxar pelos companheiros de equipa mais jovens. “Estou pior que nunca”, disse no seu estilo habitual. “Eles sabem como eu sou, como treino e jogo cada jogo,” afirmou. “Tens de trabalhar duro. Tens de saber sofrer, de outra forma não atinges o teu potencial máximo. Nem todos gostam de sofrer mas eu gosto. E espero muito dos meus companheiros,” avisou o sueco.

O próximo jogo do AC Milan é em casa, com a Sampdoria, na segunda-feira. No entanto, existem dúvidas acerca da presença de Ibrahimovic, uma vez que não joga desde outubro.