Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Estás a olhar para onde? Andámos na escola juntos? Devias levar”: agressões e insultos descritos pelos dirigentes do Sporting

Miguel Afonso e Filipe Osório de Castro foram perseguidos por adeptos dos Leões no sábado, no Multidesportivo de Alvalade

Tribuna Expresso

Carlos Rodrigues

Partilhar

Miguel Afonso, vogal do Conselho Diretivo, e Filipe Osório de Castro, vice-presidente do clube, descreveram com minúcia as "injúrias, ameaças e agressões" de que foram alvo no passado sábado, no Multidesportivo de Alvalade. De acordo a notícia do jornal “Record”, que transcreve a queixa apresentada na polícia, tudo começou com um adepto a insultar Miguel Afonso: "Estás a olhar para onde? Andámos na escola juntos? Meu filho da p***! Demite-te! Devias levar nos cornos".

"Quando (Miguel Afonso) se aproxima da porta do elevador, os agressores começaram a empurrar e tentar pontapear e cuspir os lesados", pode ler-se na queixa. Miguel Afonso afirma que lhe deram pelo menos três pontapés, dois nas pernas e outro na zona lombar. Acrescentou ainda que com ele estavam os filhos, sendo que a filha de 16 anos "foi cuspida repetidamente".

No caso de Osório de Castro, o vice testemunhou que "os indivíduos tentaram pontapeá-lo”, mas não sofreu nenhum impacto. Na queixa pode ler-se também que Osório de Castro não quis identificar os filhos, por não querer envolvê-los na situação.

Ambos afirmaram que os agressores "trajavam camisolas alusivas ao Sporting e pelo menos um deles à Juve Leo". Os dois dirigentes leoninos só conseguiram escapar entrando num elevador e saindo daquela zona.