Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Covid-19: Mãe de jogador da NBA em coma

Karl-Anthony Towns fez um apelo comovido para que as pessoas percebam a gravidade da situação

Tribuna Expresso

Michael Reaves

Partilhar

O jogador dos Timberwolves, Karl-Anthony Towns, de 24 anos, publicou uma mensagem em vídeo no Instagram, em que evidencia como a Covid-19 pode virar do avesso a vida de uma pessoa. Numa semana, tudo mudou para o jovem jogador de basquetebol.

“É importante que todos percebam a severidade do que se passa no mundo com o coronavírus. Não paro de pensar no que é a minha vida agora... Um inferno. Disseram-me no início da semana passada que a minha mãe não estava a sentir-se bem. Mandei-a ir ao hospital de imediato e após alguns dias sem sinais de melhorar comecei a ficar alarmado,” começa por dizer. “Ela não podia estar pior. Os hospitais a fazerem tudo o que podiam, eu a fazer tudo o que podia, mas ela não estava a melhorar. Não deixava de ter febres altas, sentia grande desconforto, a tosse piorava e os pulmões ressentiam-se. Estava a deteriorar-se rapidamente e eu só esperava que o próximo médico, o próximo medicamento, a pudessem ajudar. (…) Explicaram-me que teria de ser ligada a um ventilador, e ela, confusa, só gritava. Tentei acalmá-la, disse-lhe que a amo muito, mas dizia-me coisas que não queria ouvir. Agora está em coma induzido e só vou sabendo dela pelos relatórios médicos,” contou.

Towns aproveita para apelar a todos: “Por favor, protejam as vossas famílias e amigos, pratiquem o distanciamento social. Não estejam em locais com muita gente pois é mais provável apanharem esta doença.”

No fim, Towns assegurou que está a “a rezar” por todos os fãs e procurou transmitir-lhes ânimo: “Vamos lutar e ganhar. Espero que todos tenham a informação correta!”.

A 15 de março, o jogador dos Timberwolves doou 100 mil dólares à clínica Mayo, nos EUA, para investigação na luta contra a Covid-19.