Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Redução salarial no Barcelona está a deixar os capitães revoltados

O clube catalão pretende reduzir os ordenados em 70% durante o isolamento mas os jogadores não concordam

Tribuna Expresso

ALEJANDRO GARCIA

Partilhar

O jornal “As” anunciou que o Barcelona quer avançar com um corte salarial de 70% a todos os jogadores, durante o período de isolamento, o que está a gerar controvérsia dentro do plantel do clube. A redução aplica-se a todas as modalidades, mas foram os capitães da equipa principal a mostrar indignação.

Entretanto, segundo o mesmo jornal, o presidente Josep Maria Bartomeu considera baixar os ordenados da equipa principal em “apenas” 50%, baseando-se no facto de as receitas do futebol serem consideravelmente maiores. Ainda assim, há vozes discordantes.

Também a equipa de basquetebol se terá mostrado desagradada com a proposta, o que deixa o presidente do Barcelona numa situação delicada, sem querer prejudicar a relação com os profissionais do clube, mas vendo-se na necessidade de precaver uma crise inevitável.

Está marcada para hoje, quinta-feira, uma nova reunião no clube, numa tentativa de fixar a decisão, que apenas teria efeito durante a quarentena, sendo que, com o regresso ao trabalho, os jogadores voltariam a receber os valores acordados nos contratos.